Acerca de

AROMATERAPIA CLÍNICA

logo canto do alecrim verde clarinho-3.png

Aromaterapia clínica

Aromaterapia clínica pode ser entendida como o uso de óleos essenciais para obtenção de uma resposta terapêutica. Ou, segundo o National Cancer Institute (NCI) - Estados Unidos -, a aromaterapia clínica é uma prática que pode ser definida pelo uso terapêutico de óleos essenciais para melhorar o bem-estar físico, emocional e espiritual.

Esta última definição, evidencia o caráter integrativo desta prática e deixa claro que não se trata de "cheirar algo bom".

 

Cada óleo essencial é bastante concentrado e possui uma grande variedade de compostos naturais que originam os seus diversos princípios ativos e, quando bem utilizados, apresentam uma resposta mensurável específica.

 

Dúvidas frequentes:

Posso utilizar aromaterapia clínica usando medicamentos?

A resposta é sim! Nesta prática, são levadas em conta os óleos essenciais e as aplicações que podem potencializar o seu tratamento e excluir óleos essenciais que possam causar interação medicamentosa. Além de contribuir com o aumento do bem-estar e a diminuição do estresse crônico, o que por si só já é um ganho para qualquer tratamento.

Posso passar por um tratamento só para o bem-estar?

Também pode. O principal objetivo em um atendimento em aromaterapia clínica é você quem traz.

Tomo remédio psiquiátrico, posso marcar um atendimento?

Pode! A aromaterapia é excelente para contribuir com o avanço de processos psiquiátricos, pois os óleos essenciais agem diretamente no sistema límbico (parte do cérebro responsável pelas emoções e memórias).

Tenho doença crônica e gostaria de marcar atendimento. Posso?

Claro que sim. O uso correto e seguro de óleos essenciais pode resultar em aumento do bem-estar e melhora na qualidade de vida para pessoas com doenças crônicas. E, para que isso ocorra, o seu primeiro atendimento é sempre uma avaliação para saber como anda sua saúde.

Que tipo de problema a aromaterapia clínica pode ajudar?

Vou citar alguns... 

Questões relacionadas às emoções: ansiedade; tristezas; falta de concentração; medos; diversos tipos de crises; sintomas do estresse crônico em geral.

Em relação ao corpo físico: dores de cabeça; enxaquecas; caspa; acne; dermatites, dores de ouvido; rinite; sinusite; dores de garganta e laringite; resfriados; gripes; herpes labial; bronquite; tosses; febre de feno; eczemas; queimaduras; contusões; abscessos; luxações; distensões; dores e tensões musculares; doenças digestivas; TPM; frieira; insônia; doenças relacionadas à saúde da mulher. E, por aí vai.

Espero ter ajudado, qualquer dúvida pode escrever!

Abraço aromático, Vanessa Gravino*

​*Aromaterapeuta com mais de 360h de formação, Instrutora de meditação e de Vinyasa flow do yoga. Estudante de ayurveda e especialização em farmacologia.

Importante: o atendimento aromaterapêutico não substitui tratamentos médicos.